sábado, 23 de junho de 2012

{Meme} Questa Settimana #1

Boa noite pessoal. Hoje trago mais uma coluna ao blog, na qual postarei sobre minha "semana literária" ^^
Na verdade essa coluna é um meme criado pelo blog Lost in Chick-lit, e abaixo vocês podem conferir mais sobre o meme ^^
Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!

Leitura do momento:
Monster High 4 - O Monstro mora ao lado, de Lisi Harrison

Li essa semana:
O velho e o mar

Resenhei essa semana:
A marca de uma lágrima, de Pedro Bandeira - Resenha
O velho e o mar, de Ernest Hemingway - Resenha

Ultima Compra:
O mundo de Sofia, de Jostein Gaarder

Desejo Comprar Urgentemente:
O sonho de Eva, de Chico Anes
A garota do outro lado da rua, de Lycia Barros

Conversa imaginária com personagem fictício:
Você é tão sábio e inspirador *-* (Santiago, personagem do livro "O velho e o mar")

Eu falaria para o autor:
"Lisi Harrison, seus livros são uns amores; histórias super fofas" *-*

Estado de Espirito Literário:
Empolgada com as leituras que estão por vir ^^

Literary Crush (paixão literária do momento):
Draculaura, a vampirinha mais fofa de todos os tempos ♥

Queria ver no Brasil:
O último livro da série "Ciclo da Herança", de Christopher Paolini *-*

I'm in mood for... (gênero literário do momento):
Teen e fantasia

Super Quote:
"O homem não vale lá muito comparado aos grandes pássaros e animais."
(Santiago - O velho e o mar)

Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):
Clipes das músicas da Hatsune Miku *-*

E é isso ai; amei o meme tentarei, fazer sempre que possível ^^
Ps.: Mudei o nome do meme para colocar aqui pois a proposta do blog é ter o título de suas postagens em italiano

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Resenha {Livro} - O velho e o mar (Ernest Hemingway)

No último domingo (17/06), fui a casa de um amigo para bater uns papos e eis que tenho uma surpresa: um livro pronto para ser lido *-* O livro: O velho e o mar, do qual posso dizer que gostei muito ^^
O livro conta a história de um pescador, Santiago, que mesmo depois de anos de experiência no mar, algumas dessas sem sucesso, continua sua empreitada na pesca. A história conta também com a participação de outros personagens, como o menino que o ajuda desde que o "velho" o ensinou a arte da pesca, sendo ele muito grato pelos ensinamentos de Santiago. 
No começo da história, Santiago e o menino voltam de uma viagem onde não obtiveram sucesso na pesca; após o ocorrido, os pais do menino decidem que ele deve trabalhar com outro pescador por acharem que o velho Santiago não traria nada ao jovem. Porém embora o menino não esteja mais pescando com Santiago, este ainda o ajuda, indo a sua casa todos os dias, conversando com o velho e ajudando-o com sua pesca. Até que certo dia o velho parte em busca de mais uma "aventura em alta mar" e dessa vez obtêm sorte, conseguindo pescar um peixe de um tamanho jamais visto por ele. Porém antes de conseguir seu tão sonhado peixe, o velho passa por situações desconfortáveis no mar, e é nessa parte que o livro passa a mostrar um diálogo do velho com ele mesmo e com o peixe.

"O homem não vale lá muito comparado aos grandes pássaros e animais." 
(Hemingway, p.51)

As frases do diálogo mental de Santiago (como a citada a cima), me fizeram refletir e pensar sobre a vida. Talvez o intuito dos diálogos do velho não tenha sido esse, mas muitas vezes me vi pensando em situações do meu cotidiano ao ler esse livro.

"Não compreendo estas coisas - pensou ele - mas é bom que não tenhamos que matar a lua, o sol ou as estrelas. Já é ruim o bastante ter de matar os nossos verdadeiros irmãos." 
(Hemingway, pp. 56-57)

Com uma leitura calma, o livro apesar de curtinho, me cativou e acho que irá cativar quem o ler. Recomendo a quem gosta de uma boa leitura e além disso, gosta de refletir ^^

95 páginas | 1° edição | 2003 | O Globo




terça-feira, 19 de junho de 2012

Ispirato Citando #1

Inauguro hoje uma nova coluna no blog, Ispirato Citando, onde trago um pequeno trecho de um livro que eu esteja lendo que inspire algo ^^


"Durante a noite dois porcos-marinhos aproximaram-se do barco e o velho ouviu-os a rolar na água e a soprar com força. Notou a diferença entre o soprar do macho e o da fêmea.
- São bons - murmurou o velho - Brincam, implicam um com o outro e amam-se. São nossos irmãos, tal como os peixes-voadores." (Ernest Hemingway - O Velho e o Mar, p. 36)

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Resenha {Livro} - A Marca de uma lágrima (Pedro Bandeira)

Ao pegar na biblioteca da faculdade o livro "A marca de uma lágrima", não dei muito crédito a ele porque parecia ser do tipo de história que eu não curto muito, e acabei pegando-o mesmo por ser do Pedro Bandeira, um dos autores nacionais de que mais gosto e posso dizer com todas as letras: me surpreendi ao começar a ler e ir descobrindo os "mistérios" presentes na história.
O livro é contado sobre o ponto de vista de Isabel, uma menina de 14 anos, sonhadora, que escreve (e muito bem) e de uma personalidade muito forte, encarando o mundo melhor que muitos dos adultos a sua volta. Porém, por trás de toda força, Isabel esconde uma menina meio insegura quanto a si mesma, especialmente quando o assunto é sua aparência, que ela considera ser inferior a de suas amigas, por exemplo.
De início, a história parece ser do tipo "drama adolescente", com seus encontros e desencontros amorosos, mas então o foco da história parte para outro ponto: A diretora da escola onde Isabel e os demais personagens (amigos de Isabel) estudam  é encontrada morta em sua sala, supostamente tendo cometido suicídio; entretanto Isabel é testemunha de um fato que pode mudar completamente o rumo da história; só que para isso ela passa por poucas e boas até chegar ao verdadeiro culpado e achar seu "final feliz"

"É melhor um fim trágico que uma tragédia sem fim." (Isabel, p.88)

Com um toque de romance, humor e investigação, "A marca de uma lágrima" é daquelas leituras para se ler em um dia, curtindo-a bem e até mesmo relaxando ^^
Mais uma vez Pedro Bandeira conseguiu me surpreender com uma história que me prendeu do início ao fim, me fazendo ficar louca para descobrir o desfecho da trama.

94 páginas | 22° edição | 1986 | Moderna





sexta-feira, 15 de junho de 2012

Resenha {Série} - Modern Family

No mês passado minha professora do curso passou para nós um seriado de comédia para assistirmos. Vimos em aula somente o 1° episódio (piloto) e o 2° episódio da 1° temporada, e desde então me apaixonei pela série *-*


Três tipos diferentes de famílias nos são apresentadas no episódio piloto, sendo cama uma dessas famílias com um modo diferente de ver o mundo.
A família Dunphi é a família composta pela mãe, o pai e seus três filhos. A mãe, Claire, é do tipo nervosa, sempre tentando manter a família na linha. O pai, Phil, pensa que é mais jovem e “legal” do que realmente é. E finalmente os filhos, Haley, a mais velha, Alex, a inteligente e Luke, o mais novo e pateta/idiota da família, cada um com suas particularidades.
Um pouco diferente da primeira família, os Pritchett-Delgado possuem três membros na família, sendo a mãe, o padrasto e o filho. A idade entre a mãe, Gloria, e o pai, Jay, é facilmente percebida, o que causa certo humor. Ela, além de ser mais jovem que ele, possuir outra nacionalidade, hispânica, e um filho de seu primeiro casamento. O filho dela, Manny, apesar de ter apenas 12 anos, age como se fosse mais velho do que realmente é, sendo também um garoto muito romântico.
A última família que nos é apresentada, a “família gay”, nos mostra Mitchell, Cameron e a pequena Lily, filha que eles adotaram do Vietnam. A personalidade entre os dois, Mitchell e Cameron, possui grandes diferenças, uma vez que um é exatamente o oposto do outro, tendo apenas algo em comum: O amor e o senso de proteção pela pequena Lly.
Essas três famílias, embora suas histórias aconteçam separadamente, estão interligadas umas as outras, uma vez que o padrasto da segunda família é pai da mãe da primeira (Claire) e do Mitchell, pai da terceira, o que dá um tom a mais de comédia a trama.

Apesar das famílias apresentadas na série serem completamente diferentes umas das outras, o grupo é semelhante em termos de ser diferente daquilo que é considerado “a família ideal”, o que os torna verdadeiramente especiais.




EUA | ABC | Atualmente na 8° temporada




segunda-feira, 11 de junho de 2012

Recensione {Filme} - Branca de Neve e o Caçador

Na última quarta-feira, dia 04 de junho, pude assistir ao filme Branca de Neve o o Caçador, e tenho que admitir: gostei muito. Então, "simbora" a resenha?!
O novo filme da Universal Pictures, que prometeu sucesso com uma história arrasadora acaba de chegar as telonas. O filme "Branca de Neve e o Caçador", uma releitura do clássico dos irmãos Grimm, nos mostra uma história pra lá de diferente da original, apesar contar com alguns detalhes, como os anões, que eu amei ^^
Voltado a um público mais maduro, nessa aventura a jovem Branca de Neve sofre desde a infância após a perda da mãe e a "criação" recebida por sua madrasta. Anos se passam até que a jovem se liberte da cruel vilã da história, mal sabendo ela a verdadeira história desta que a aprisionava. Em seu caminho em busca da liberdade, a jovem conhece o caçador, um homem que teve suas perdas e vive por isso com certa amargura. Ele então ajuda Branca de Neve em sua empreitada contra a opressão imposta pela megera.
Estrelado por Kristen Stewart (Isabella Swan em Crepúsculo) como a protagonista e Chris Hemsworth (Thor em Os Vingadores) como o caçador, o filme trás cenas de ação de tirar o fôlego e alguns momentos engraçados também (especialmente com os anões), além dos efeitos especiais fascinantes, de fazer os olhos de qualquer designer brilharem *-*

Ps.: Além do filme, a editora Novo Conceito lançou no mesmo dia da estréia do filme (01/06/2012) o livro, de mesmo nome, da história. Estou super ansiosa para poder comprar meu exemplar e ler; se for como o filme, certamente irei gostar também XD

Snow White and the Huntman | Ação, aventura, fantasia | EUA | 2012



quinta-feira, 7 de junho de 2012

Casella di Posta #1


Boa noite pessoal. Hoje trago a vocês o primeiro "Casella di Posta", uma coluna onde postarei as "novidades" literárias que povoam minha estante ^^ Vamos lá?!
No dia 25 de maio desse ano, também conhecido como "Dia do Orgulho Nerd" e "Dia da Toalha", surgiu uma das promoções do Submarino, o qual estavam vendendo a coleção "O Guia do Mochileiro das Galáxias" (de Douglas Adams) por R$21,00, já com frete¹! Se eu pirei na hora que vi, sim ou claro?! XD Não resisti e tive que garantir minha coleção, que já está linda em minha estante *-*

A embalagem onde vieram meus preciosos
A "emoção" ao abrir meus bebês *-*
Embrulhados em um plástico bolha pronto para ser estourado

E finalmente a coleção completa (e fora de ordem XD)

E é assim que encerro a primeira "Casella di Posta" do blog. Agora é eu começar a ler os livros para resenha-los aqui.
Nota: ¹ - O valor de cada livro varia de R$20,00 a R$25,00

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Começando

Boa noite pessoal.
Venho hoje abrir o Attraverso le pagine (Pelas páginas em italiano), um blog que tem por objetivo dessa leitora voraz que aqui escreve compartilhar suas experiencias literárias, cinematográficas e de séries. Espero poder promover a leitura, seja ela clássica, contemporânea, nacional ou internacional, sendo essa minha meta como leitora, blogueira e estudante, e futura professora, de literatura.
E para iniciar, trago hoje a indicação de um livro, que na semana passada, com sua resenha. O livro é Emprego de A a Z, escrito por Max Gehringer. Vamos lá?

Baseado na série de mesmo nome do programa Fantástico da rede Globo, o livro mostra dicas de como se manter uma carreira de sucesso, seja qual for sua área de atuação. Também traz dicas para o jovem que está em busca de seu primeiro emprego (essa foi a parte que mais me identifiquei), ou ainda quem é considerado "velho" para o mercado de trabalho mas que continua atuante nele e deseja conquistar mais espaço nesse competitivo mercado.
A estrutura do livro é feita através de capítulos onde cada um deles fala de um assunto específico, dentro do tema principal: Emprego, partindo da premissa do "A a Z" para a divisão dos capítulos, que vão literalmente de  A a Z.
"É incrível que, com tantos cursos que existem por aí, não haja um que ensine a sorrir de manhã e a dizer bom-dia". GEHRINGER (2008, p.171)
Além de toda parte técnica propostas pelo autor, este conta história vivenciadas por ele mesmo como exemplo prático para cada assunto do referido capítulo, dando mais destaque e uma maior riqueza de detalhes ao livro como um todo.
Com uma pitada de bom humor e tiradas sarcásticas que denotam sua genialidade, Max Gehringer consegue "prender" o leitor a sua obra.
Indicado aqueles que estejam empregados, a procura de um emprego, ou mesmo quem tem curiosidade de saber um pouco sobre como alcançar o sucesso profissional.

325 páginas | 1° edição | 2008 | Globo









É pessoal, essa foi a primeira resenha do Attraverso le pagine. Espero que vocês tenham gostado, e até a próxima atualização.