terça-feira, 31 de dezembro de 2013

{Te lo dirò} Retrospectiva Literária 2013


Bom dia caros leitores e leitoras do meu Brasil! Como estão indo?
Hoje, último dia de 2013, venho com um post um tanto diferente. 
Todo ano o blog Pensamento tangencial faz um post de retrospectiva literária junto com outros blogs. E esse ano, como tive a oportunidade de conhecer esse blog maravilhoso graças ao desafio de leituras de clássicos (encontre-o aqui), conheci também essa postagem. 
O post consiste em responder diversas perguntas relacionadas ao universo literário do ano vigente. Então, vamos às perguntas e respostas :D

A aventura que me tirou o fôlego: Alta tensão, do Harlan Coben. Foi uma das leituras para o clube do livro. Amei! Fico só devendo a resenha dele para vocês ^-^

O terror que me deixou sem dormir: Não li (ou assisti) terror esse ano. Tenho um pouco de medo O.o

O suspense mais eletrizante: Já que é baseado em livro... Carrie, a estranha (filme na versão de 2002)

O romance que me fez suspirar: Menina de vinte, da Sophie Kinsella. É um chick-lit fofíssimo, engraçado e com algumas "doses" de romance (sem ser meloso demais :P )

A saga que me conquistou: Sussurro, da Becca Fitzpatrick. Leitura por indicação do Clube do Livro de Campo Grande. Patch me conquistou *-* (risos :P ). A história é maravilhosa e mal posso esperar para ler a continuação.

O clássico que me marcou: Os Lusíadas, de Camões. Quando comecei a estudar Literatura portuguesa, conheci Camões... e depois alguns de seus poemas. Eis que chega a Bienal e pude comprar esse livro. Perfeito, genial, sensacional *-*

O livro que me fez refletir: Pollyanna e Pollyanna Moça, da Eleanor H. Porter ^-^ Eu já havia lido o primeiro a alguns (muitos ^^') anos atrás; esse ano tive a oportunidade de ler novamente e me encantei outra vez. Em seguida, li a continuação e me apaixonei por essa nova história. Duas lindas histórias que nos fazem pensar e refletir :)



O livro que me fez rir: Menina de vinte, da Sophie Kinsella (e me deu vontade de ler os outros dela *-*)

O livro que me fez chorar: Um amor para recordar, do Nicholas Sparks. Tinha que ser o tio Nick né?! :P

O livro de fantasia que me encantou: Os dragões de Titânia - A batalha de Argos e Os dragões de Titânia - A queda do César, do Renato Rodrigues. Estou apaixonada por essa série *-*


O livro que me decepcionou: Nenhum que eu me lembre, até porque não criei muitas expectativas com todos os livros :)

O livro que me surpreendeu: A sombra da serpente, do Rick Riordan. Amei a conclusão da primeira saga que li do tio Rick (tô lendo agora Percy Jackson e amando também ^-^), que me deixou impressionada com o desfecho. Outro que me surpreendeu foi Êxtase, da Lauren Kate (que estou a muito tempo devendo uma resenha para vocês, sorry :S). O que foi aquele final?? Incrível, fantástico!! Amei.


O thriller psicológico que me arrepiou: Não li thriller psicológico esse ano (e acho que nunca li livros desse gênero)

O livro mais criativo: Maldito Karma, do David Safier. Achei a história diferente, inusitada e mega engraçada!

O melhor HQ: Não sei se é considerado HQ, mas... Chico Bento Moço, de nosso querido Maurício de Sousa ^-^


O infanto-juvenil que se superou: Perdoem-me se não for infanto-juvenil: A invenção de Hugo Cabret, de Brain Silznick. Tanto livro quanto filme são fofos e maravilhosos!

O livro que mudou a minha forma de ver o mundo: As vantagens de ser invisível, do Stephen Chbosky e O lado bom da vida, do Matthew Quick. Ambos são livros incríveis que te fazem entrar no universo do personagem.


A capa mais bonita: Êxtase, da Lauren Kate. Todas as capas da série Fallen são lindas, mas nessa o/a capista se superou ♥

A frase que não saiu da minha cabeça: "Charlie, a gente aceita o amor que acha que merece."; frase do livro As vantagens de ser invisível, localizada na página 35.

O(a) personagem do ano: Sadie Lancaster, personagem do livro Menina de vinte. Ela é mega louquinha e engraçada, apesar de estar quase sempre irritada. E também o Alambique Calistratos, personagem da série Os Dragões de Titânia. Ele vive bêbado, é apaixonado por uma feiticeira, muito engraçado e está sempre em confusão (mesmo quando é para ajudar os amigos).

O casal perfeito: Alambique e Miranda (Mirandinha :P) de Os Dragões de Titânia. Eles se amam mas não admitem!

O(a) autor(a) revelação: Renato Rodrigues, da série Os Dragões de Titânia. Um pouco antes da XVI Bienal do Livro do Rio - 2013 minha amiga Alexandra me falou dos livros do autor, de como eram histórias maravilhosas e me convenceu a ler. Eis que chega a tão aguardada Bienal, o autor estaria lá e eu não perdi a oportunidade e comprei os livros da série (3 até o momento) com direito a autógrafo do autor e foto com ele e a esposa. Ambos são mega simpáticos, atenciosos e loucos :P E as histórias são igualmente loucas, fantásticas e únicas!



O melhor livro nacional: Os dragões de Titânia - A queda do César, do Renato Rodrigues. Um nacional diferente de todos os que já li ^-^

O melhor livro que li em 2013: Como não é possível escolher só um, ai vão os meus preferidos (sem ordem de preferência): Os dragões de Titânia - A queda do César, Menina de vinte, Lusíadas, As vantagens de ser invisível, Meu querido professor, O teorema Katherine, O mundo de Downton Abbey, Percy Jackson e os olimpianos - O ladrão de raios, O lado bom da vida, Maldito Karma, A sabedoria do Condado e Um porto seguro. É, foram quase todos ^^'

Li em 2013 33 livros.

A minha meta literária para 2014 é: Em 2014 pretendo ler pelo menos 4 livros por mês, definidos da seguinte forma: um livro de saga (qualquer uma), um livro para reler (vou começar pela série Harry Potter), um livro clássico (para o desafio de clássicos que eu participo) e um livro aleatório. Já montei uma planilha no excel com os livros que pretendo ler por mês, porém dependendo dos livros que eu for comprando/ganhando e dos livros da faculdade, tudo pode mudar :P O principal é esse esquema de 4 livros.

----------------------------------------

E por hoje é só pessoal.
Desde já desejo a todos um ano novo de muita paz, união, esperança e realizações! Nos vemos em 2014 :D

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Resenha {Livro} - Um gato entre os pombos (Agatha Christie)

Boa tarde caros leitores. Como estão?
A resenha de hoje é de um dos livros que li durante as férias de julho (demorei para resenhar, eu sei. Falta de criatividade eu acho :S) de uma escritora incrível (e também meu primeiro livro dela): Aghata Christie. Sem mais delongas, a resenha:

Mais um semestre letivo inicia no colégio feminino Meadowbank A tradicional escola londrina parece a mesma: as alunas antigas, de famílias ricas, importantes e tradicionais retornam ao colégio enquanto novas alunas com os mesmos padrões entram na escola.
Enquanto isso, no Ramat, Ali Yusuf, príncipe e futuro rei, desabafa a seu amigo sobre sua insatisfação com o rumo de certas coisas.
Após uma série de misteriosos acontecimentos, o amigo de Ali precisa entrar em contato com sua irmã, e é urgente. A irmã do rapaz é a mãe de Jennifer, uma das novas alunas do colégio Meadowbank. E é aqui que as duas histórias começam a se encontrar.
Voltando ao colégio, algo terrível e totalmente inesperado para um colégio como Meadowbank acontece: um assassinato. E a partir de então mistérios envolvendo o colégio surgirão; nem todos são como parecem ser e não se pode mais confiar em todos.

"[...] O problema é que as pessoas são muito covardes. Não encaram os fatos de frente. Muitas vezes preferem não enxergar o que está bem debaixo de sei nariz [...]"
(Agatha Christie, p.59)

Algumas pistas vão sendo descobertas no decorrer da trama, e novos mistérios aparecerão. Um suspense policial incrível, de uma autora fantástica! Esse foi o primeiro livro da autora que eu li. Enquanto estava de férias na casa da minha avó, minha vozinha me emprestou o livro quando eu disse que era louca para ler algum livro da Aghata Christie ^-^ (obrigada vovó). Espero poder ler outros livros da autora em breve (minha avó já separou alguns para mim *-*)
Leitura mais que recomendada aos amantes de livros com essa temática e de leitores em geral.

223 páginas | 1° edição | s/d | Círculo do Livro S.A.






domingo, 15 de dezembro de 2013

Resenha {Filme} - Preciosa: Uma História de Esperança

Boa tarde caros leitores e leitoras do meu Brasil! Como estão?
Hoje trago a resenha do filme Preciosa. Eu e minha mãe tínhamos vontade de ver esse filme desde que foi anunciado no Oscar de 2010 (acho que foi esse ano :P); então, certo dia vi o DVD numa loja e comprei-o para presentear minha mãezinha em seu aniversário (ela tinha mais vontade ainda de assistir ^^). Logo vimos o filme e hoje posso dizer que é um dos meus favoritos.
Sem mais delongas, a resenha:
O filme conta a história de Clareece "Preciosa" Jones, uma jovem que sofre agressões físicas (incluindo abuso sexual) e psicológicas de seus pais. Sob o ponto de vista de Preciosa, o filme mostra a trajetória da garota desde a gravidez de seu segundo filho, fruto dos abusos que sofria.
Após ser expulsa da escola, a diretora de onde estudava, vendo o potencial da jovem, sugere que ela vá a uma escola diferente, onde o objetivo é que cada um ensino os demais. Nessa nova escola, Preciosa conhece os outros alunos e aos poucos cria laços com eles, percebendo que não está sozinha no mundo. Além dos alunos, Preciosa conhece também a Sr. Rains, sua professora, que se mostra sempre disposta a ajudar Preciosa e os demais.
Apesar de tudo o que passou e passa, Preciosa não perde a esperança de algo melhor, de um futuro melhor. Esse sentimento da jovem é mostrado ao longo do filme através de cenas em que ela se imagina em situações de felicidade, como por exemplo numa cena onde ela se vê como uma atriz recebendo um prêmio quando na verdade algo terrível está acontecendo com ela. Sempre que sofre com algo, ela se imagina bem e feliz, o que demonstra seu otimismo diante das adversidades.
Gabourey Sidibe, atriz que interpreta Preciosa, é fantástica! Ela coloca muita emoção na personagem que faz. Esse foi o filme de estréia da atriz, que inclusive concorreu ao Oscar de melhor atriz junto com as já consagradas Sandra Bullock e Meryl Streep; apesar de não ter ganho esse Oscar, a atriz ainda vai longe :)
Outros que merecem destaque são a atriz Mo'Nique, que interpreta a mãe de Preciosa e o Lenny Kravitz. Mo'Nique está impecável; me deu muita raiva da personagem dela. Quanto ao Lenny Kravitz, bem... é o Lenny Kravitz né?! Apesar de não aparecer muito, ele está muito bem no papel (ele faz um enfermeiro). E a cantora Mariah Carey também está muito bem nesse filme (só não vou dizer qual personagem ela faz :P )
O filme é baseado no livro Push (traduzido como Preciosa), de Sapphire. Mal posso esperar para poder ler esse livro, imagino que seja igualmente bom.
Um filme emocionante que todos deveriam assistir algum dia.
Novo DVD para coleção de DVDs minha e da minhã mãe ♥

"A mais longa jornada começa com um único passo."

Precious | Drama | EUA | 2009

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

{Te lo dirò} A questão de emprestar livros

De vez em sempre eu me deparo com a seguinte pergunta: devo ou não devo emprestar meu livro? E é sempre complicado de responder esse questionamento interno :S Para mim, é um tipo de divisor de águas. Certos livros eu tenho o maior prazer em emprestar (meu exemplar de A culpa é das estrelas que o diga ^^'), outros não empresto nem sob tortura (a exemplo de meu querido exemplar de O mundo de Downton Abbey). 
Mas ai vem outra questão: devo ou não devo emprestar o livro para fulano? Ai vai depender da pessoa. Tem gente que eu tenho grande felicidade em emprestar meus livros. Eu indico, a pessoa se interessa e eu vou e empresto; e as pessoas que se incluem nessa minha "lista VIP de empréstimo" são: minha mãe, minha avó, minha tia e ALGUNS amigos dentro e fora da faculdade.
Er... minha lista é um tanto restrita. Mas depois que alguns livros voltam para você completamente detonados, essa é a melhor opção que se tem. Sem falar daqueles que demoram ERAS para devolver seus livros. Sério, isso me dá raiva. Eu sei, o tempo é corrido, a pessoa tem muitos compromissos e etc. mas custa devolver o livro em menos de um ano?! Uma coisa que eu odeio é ter que pedir algo que é meu; e quando é livro, o mesmo vale. Ai eu sempre tenho que "contornar" a situação, perguntando algo do tipo: "e ai, como tá a história?", ou "Já tá em qual página?"; mas na minha mente eu pergunto: "Vai devolver meu livro quando, hein??"
Isso me irrita cara! 
Voltando ao estado dos livros... não é sempre que acontece, mas tem vezes que os livros voltam como se tivessem passado um trator por cima deles. Ou se tivessem usado-o como bandeja de café da manhã. Ou ainda, como se o cachorro tivesse lido (tá, exagerei nessa parte :P); anyway, já fiquei com nojo de um livro que me devolveram. Tinha substâncias não identificadas nas laterais. NOJENTO! Isso já aconteceu com vocês? Espero que não!!
Agora, existem algumas exceções. Como quando emprestei minha coleção do Harry Potter. Eu sempre dizia: "Não empresto minha coleção do HP pra ninguém", com uma cara de poucos amigos :P Até que esse ano uma amiga que estimo muito (Amanda-chan ^o^) me pediu a coleção inteira do HP. E eu fiquei tipo: O que eu faço agora?? Empresto ou não empresto? O.o Dúvida cruel :S Pesei os prós e contras e no final emprestei (quase exitando no final, mas tudo bem XD). E não me arrependo! Sei que ela é uma pessoa super cuidadosa e que teve o maior carinho com meus bebês. E ainda "fiz" mais uma potterhead, hehe *---*
No fim das contas, sei que vou continuar emprestando meus amados livrinhos. O mundo precisa conhecer cada vez mais histórias *----* Só que depois dessas experiências já sei o que emprestar e para quem emprestar :P Então, amiguinhos que estão lendo esse post, saibam que meus livros estão disponíveis para vocês quando precisarem. Só não esqueçam de tomar os devidos cuidados, senão eu não respondo por mim :)

-----------------------------------------------

E assim termina meu pequeno-grande desabafo em forma de post sem noção :P Mas falando sério, o que vocês pensam a respeito do empréstimo de livros? Costumam emprestar? Ou nem pensam na possibilidade? Deixem nos comentários, vou adorar saber a opinião de vocês :D


sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Resenha {Livro} - Lucíola (José de Alencar)

Boa noite caros leitores e leitoras do meu Brasil! Como estão indo?
Estou muito feliz. Mais um período concluído na faculdade com êxito (passei direto *-*); e nunca estive tão encantada e empolgada com a faculdade como estou agora :D Mesmo que às vezes bata aquela tristeza de "fim", eu penso que é apenas o começo, de mais estudos e mais aprendizados maravilhosos. Nunca tive tanta certeza do que "quero ser quando crescer" ^^'
Voltando ao assunto do post de hoje (senão eu fujo de vez :P) trouxe uma resenha de um dos livros que meu professor de Literatura Brasileira passou esse semestre para nós lermos (ele mandou que lêssemos só um trecho, mas sabe como é, não resisti quando vi que minha amiga tinha esse livro, e quando dei por mim já estava com o livro em mãos e quase terminando :P). Então, sem mais delongas, a resenha de um dos clássicos de nossa Literatura.

Lucíola conta a história de Lúcia, uma prostituta (cortesã) de luxo do Rio de Janeiro dos anos 1855. Tudo começa na festa da Glória, onde Sá e seu jovem amigo Paulo, que veio ao Rio de Janeiro passar um tempo, veem Lúcia. Paulo fica admirado pela beleza de Lúcia e deseja cortejá-la; entretanto Sá o adverte, dizendo que Lúcia não é tão pura quanto parece ser. Mais tarde, Sá explica ao amigo o que Lúcia faz para viver, imaginando que o amigo não iria querer cortejar a moça; porém, para sua surpresa, Paulo ainda quer conhece-la melhor. Após vê-la algumas vezes sem conseguir conversar com a jovem, Paulo fica com poucas esperanças. Até que Sá o convida para um almoço em sua casa, onde Lúcia também estará presente. No decorrer da tarde, seguinte ao almoço entre os convidados de Sá, todos conversam sobre coisas diversas, e por vezes a atenção se volta aos "hábitos" de Lúcia.

"- Tens razão, Laura, perdi a vergonha para ganhar o dinheiro de que precisas; e desci a este ponto, Nina, desde que me habituei a desprezar o insulto, tanto como o corpo que nós costumamos vender."
(José de Alencar, p.47)

Porém, apesar do que falam de Lúcia, Paulo ainda vê na jovem alguém diferente do que é falado. 
Com o passar do tempo, os dois se encontram mais algumas vezes e as visitas de um ao outro tornam-se frequentes, formando assim uma amizade entre os dois.

"- Pois o seu gênio enganou-se; fique sabendo que o senhor nunca me pode incomodar a qualquer hora que venha aqui! Nunca; ouviu?"
(José de Alencar, p.53)

No decorrer da história, questões acerca do passado de Lúcia vão sendo descobertas, aproximando-os (ou não) ainda mais.
A história, apesar de um tanto previsível, não deixa de surpreender com sua sutilezas. Um clássico da nossa Literatura mais que recomendado aos amantes da leitura ^-^

160 páginas | 1° edição | 2009 | Ciranda Cultural








domingo, 1 de dezembro de 2013

{Notizie} - Novidades das autoras parceiras Karen Soarele e Daniele Nhasser

Boa noite caros leitores e leitoras do meu Brasil! Como estão indo? Bem, eu espero ^^
Primeiramente, gostaria de me desculpar pela ausência nos últimos dias. Como havia dito no facebook do blog, nas semanas passada e retrasada fiquei ausente da blogsfera por motivos de força maior: minhas provas de final de período da faculdade XD Senti muitas saudades nesses dias que fiquei longe do blog, mas foi por uma boa causa (assim espero; vou pegar minhas notas essa semana :S). De qualquer forma, inicio um novo mês (e último do ano) com duas novidades.
A primeira delas é o novo livro da autora parceira Daniele Nhasser (autora do romance Amor, és real):

Sinopse: Stella Batista é uma carioca do Leblon , uma modelo internacionalmente conhecida , noiva há três anos de Hugo um jogador de futebol . Seu relacionamento vai ao buraco quando seu parceiro pisa na bola mais uma vez , e nesse período , o livro que ela lê, mostra o que já estava em sua cara , ela não é feliz no noivado que leva . E se já não bastasse criar coragem para por um ponto final em um relacionamento de anos , Stella começa a ter sonhos com um homem , inicialmente com sua misteriosa mão cicatrizada . O que era para ser algo ignorado e esquecido ao amanhecer , se torna sua sombra , quando ela enfim conhece seu rosto ao sonhar que se casa com ele . Seria o primeiro passo ao manicômio , amar uma fantasia ? O noivo de seus sonhos existe mesmo , ou foi só invenção ? E se ele existe , como encontrá-lo nesse mundo tão grande? Stella enfrentará situações inusitadas , tentará descobrir até onde vai a fé e onde começa a loucura . Você não vai ficar de fora desse sonho , não é mesmo?
Adicione o livro no skoob clicando aqui.
Para comprar o e-book, clique aqui.
Assista o book trailer do livro:



A segunda novidade é a super promoção dos dois livros da série Crônicas de Myriade, da autora parceira Karen Soarele:
Um ótimo presente de natal, não acham? ^-^

----------------------------------------------

E por hoje é só pessoal. Espero que tenham gostado das novidades :)
Beijinhos a todos e tenham uma ótima semana.