quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Resenha {Livro} - Os dragões de Titânia - A Batalha de Argos (Renato Rodrigues)

Boa noite caros leitores e leitoras do meu Brasil! Como vão indo?
Hoje trago a resenha de uma das melhores séries que já li: Os Dragões de Titânia! E ainda de autor brasileiríssimo! Conheci os livros graças a minha amiga Alexandra (dona do blog Cult+) que me dizia ser uma ótima história. Dito e feito: comprei (na Bienal), li e me encantei pelo mundo de Titânia *-*
Confiram a baixo a resenha do primeiro livro da série (que tem atualmente três livros ^^)

Tudo começa no meio de uma batalha, o bem contra o mal. E nessa batalha conhecemos o grupo de amigos "guerreiros" que irão nos acompanhar ao longo da história: Telus, um anão esquentado e seu amigo, o elfo Cronus; Galiléia, a freira; Peter Paul, o guerreiro e amigo de Telus; os magos Miranda e Khosta; Alambique, o ex-centurião beberrão e Lerandra, a elfa.
O grupo está lutando para libertar mineradores escravizados pelo Barão, o tirano que se auto proclamou líder da Ilha de Argos. 
Entretanto, este é apenas o começo... muitas outras batalhas ainda estão por vir.
Após alguns eventos, o grupo acaba se separando para poderem cumprir diferentes missões. Uma parte do grupo irá a Álfheimr, terra natal dos elfos Cronus e Lerandra, enquanto os demais deverão encontrar o Imperador César a fim de obterem apoio na guerra contra o temível Barão.
A história continua contando as aventuras de cada grupo; momentos de alegria, tensão e tristeza os aguarda, além de muitas surpresas.

"Aos poucos a canção ressoava nas paredes de pedra ecoando e preenchendo toda a caverna. Quanto mais esta canção de inspiração era ouvida, mais suas palavras conseguiam ser entendidas e maior se tornou o sentimento de segurança entre os rebeldes. Um sentimento de que isto daria certo. De que eles estavam ali para vencer e de que nada iria convencê-los do contrário [...]"
(Renato Rodrigues, p.12)

Além da tensão das batalhas, a história é marcada pelo bom humor, especialmente nos diálogos dos personagens.

"- Alambique, você está bem? Vai conseguir lembrar do caminho bebendo desse jeito?
- Olha, quando eu estive por aqui, eu estava bêbado. Então, se eu esshtiver sóbrio aí é que eu me perco mesmo! Descha comigo, qu'eu sei o que tô fazendo!"
(Renato Rodrigues, p. 83)

Meu personagem favorito é, sem sombra de dúvida, o Alambique. Me peguei rindo sempre que o personagem aparecia.
Outros personagens vão aparecendo ao longo da história; os guerreiros Sylvester e Shokozug e a freira Diane juntam-se ao grupo para ajudá-los em suas batalhas, dando mais "forma" a história.
Algo que também vale a pena destacar é o diálogo do narrador com o leitor. 

"Eu gostaria de lhes contar o que ele disse, mas meu mandarim não vai tão longe."
(Renato Rodrigues, p.59)

O autor retomou magistralmente uma característica marcante nas histórias de um autor clássico de nosso país: Machado de Assis. Para mim é algo que atrai o leitor, pois parece que o narrador está nos contando a história e as vezes interfere com sua opinião. Achei isso incrível *-*
Por fim, mas não menos importante, o livro conta ainda com um detalhe maravilhoso: ilustrações de alguns personagens. Elas vem no meio do livro e encantam ainda mais a história:
Duas das ilustrações presentes no livro :)

Meu exemplar autografado :D


Livro mais que recomendado, assim como sua continuação (li recentemente e em breve trago a resenha dele aqui ^-^)

247 páginas | 1° edição | 2011 | Escala



16 comentários:

  1. Não conhecia o livro,
    mas fiquei curiosa para lê-lo principalmente pela questão da narrativa que você citou, nunca li nada de Machado, mas fiquei curiosa para ler algo onde o narrador interfere com a sua própria opinião, na verdade só vi algo assim em desenhos animados, acredito que deve dar uma interatividade maior a leitura.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, quando puder leia que vale a pena. Os diálogos com o leitor dão um toque especial, te fazendo entrar na história ^-^
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  2. Adorei o livro mega divertido, rápido de se ler, e com aventuras emocionantes!!!
    Adorei a sua resenha!!!
    Alexandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ale ^-^
      E obrigada por me indicar essa série literária. Um dos melhores livros que já li!

      Excluir
  3. Ola
    Não conhecia esse livro, mais sua resenha me chamou muito a atenção para a leitura, parece ser um livro bem legal de se ler, quem sabe algum dia eu leia ele.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita ^-^
      Quando puder leia sim, pois vale a pena!

      Excluir
  4. Já tinha ouvido falar desse livro há um bom tempo numa resenha, mas até agora não tirei tempo para procurá-lo e lê-lo.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito legal e divertido; quando puder leia, vale a pena.
      Obrigada pela visita ^-^

      Excluir
  5. bonito... e parece bom! gostei :)

    Beijos da Leidy.
    http://www.tralhadarede.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ain, que bom que gostou. É muito bom, uma ótima leitura :)
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  6. Não é dos meus temas favoritos. Mas honestamente, vc falou tão bem que fiquei com uma super vontade de ler rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hihi, que legal *-* Eu mega recomendo a leitura desse livro, vale (muito) a pena.
      Obrigada pela visita :D

      Excluir
  7. Que mara! Adoro livros autografados! Bom, nunca tinha ouvido falar desse livro, mas parece muito bom!! Fiquei interessada em ler \õ/

    http://fotografiaeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro livros com autógrafos, especialmente porque temos a oportunidade de conhecer o autor(a) ^-^
      aaa, que demais! Leia sim quando puder, é muuuito bom!
      Obrigada pela visita ^-^

      Excluir
  8. Isa que legal conhecer um pouco dessa série que vc tanto elogia =\ senti que esse autor se inspirou em senhor dos anéis!!! Ainda não li, mas um dia pretendo!!!
    Quanto mais divulgação ao trabalho dos nossos autores melhor. Parabéns pela iniciativa e pela leitura. Sempre adoro saber sua opinião!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho que ele se inspirou em "senhor dos anéis" e outras histórias do gênero para escrever o livro; mas o "princípio" mesmo veio de um RPG ^-^
      Quando puder leia, pois vale super a pena!
      Fico muito feliz que tenha gostado da resenha :)

      Excluir