sábado, 14 de maio de 2016

{Especial Marvel - Parte 2} Do mundo dos quadrinhos ao mundo dos livros

Continuando com a série de posts Especial Marvel (os novos filmes me deram um ânimo e tanto pra isso), hoje falarei um pouquinho sobre o universo literário da Marvel.
Obs.: Caso você ainda não tenha visto, não deixe de conferir o primeiro post desse especial, Séries que você precisa assistir, clicando aqui.

Desde de 2014, a editora Novo Século tem lançado livros inspirados nos quadrinhos do universo Marvel. Sejam eles adaptações das HQs (como é o caso do livro Guerra Civil, com resenha a seguir), ou histórias novas inspiradas nos personagens já conhecidos desse universo, os livros da série Marvel da Novo Século estão fazendo bastante sucesso entre os leitores, especialmente quando são lançados próximo de algum filme da Marvel.
Falarei agora um pouquinho sobre cada livro, e para maiores informações, clique no título do livro para ser redirecionado(a) à sua respectiva página no skoob.
O primeiro dos livros da franquia lançado aqui no Brasil pela editora foi O toque da vampira, de Christine Woodward. Não posso opinar sobre esse livro porque ainda não o li (achando que nem se tratava de um dos livros da série Marvel até ver a logo no canto da capa :S). De qualquer forma, espero ler ele algum dia para tirar minhas conclusões.
O segundo lançado foi Guerra Civil, de Stuart Moore, livro que eu sou apaixonada, li duas vezes e a resenha dele você confere no final desse post.
O terceiro livro lançado foi Homem-Aranha: entre trovões, de Christopher L. Bennett. Este eu também li e gostei bastante. Ele trás uma aventura do amigão da vizinhança, o querido Cabeça de Teia, Homem-Aranha. Fico devendo uma resenha dele para vocês ^^'
O quarto livro lançado foi X-men: Espelho negro, de Marjorie M. Liu. Também li este (e fico devendo mais um resenha dele, sorry :S), mas já adianto que não gostei tanto quanto dos outros dois que li. A história é até boa, mas achei que enrolou um pouco.
O quinto livro lançado foi Homem de Ferro: Vírus, de Alex Irvine. Este também já li e amei (tudo bem que sou meio suspeita pra falar, já que o Homem de Ferro é um dos meus personagens favoritos da Marvel XD). Mas fora o próprio Tony Stark, a história é muito boa, com muita ação e bem instigante; e ainda envolve a Hidra, então não teve como não amar. A resenha dele também fico devendo pra vocês.
O sexto livro lançado foi Vingadores: Todos querem dominar o mundo, de Dan Abbnet. Ainda não li esse então não posso falar muito dele, mas já espero coisa boa, já que se trata dos vingadores 
O sétimo livro lançado foi Homem-Formiga: Inimigo natural, de Jason Starr. Esse eu também li (e mais um pra resenhar pra vocês, #shameOnMe), mas já adianto que me apaixonei pela história e principalmente pelo personagem, que eu não conhecia até então. Ah, e ele é o mesmo Homem-Formiga do filme lançado no ano passado, com o Paul Rudd no papel do super-herói 
O oitavo livro lançado foi Guardiões da galáxia: Caos na galáxia, de Dan Abnett. Ainda não li esse mas sei que conta uma aventura do Rocket e do Groot (eu sou Groot ), então mal posso esperar para ler ele logo.
O nono livro lançado foi Guerras secretas, de Alex Irvine. Ainda não li esse também; só sei que é mais uma adaptação de uma das HQs, como o Guerra Civil, mas dessa vez com diversos heróis lutando contra outros tantos vilões. Ou seja: mais um que estou louca pra ler *-*
O décimo livro lançado foi Deadpool: Dog Park, de Stephan Petrucha. Outro livro que não li e estou mega curiosa para conhecer a história, principalmente depois de assistir ao filme do personagem e conhecê-lo, pois até então só tinha ouvido falar dele mas nunca tinha lido ou visto nada sobre ele.
E o décimo primeiro livro lançado foi A morte do Capitão América, de Larry Hama. Esse também não li; mas, diferente dos outros, não sei se quero ler tão cedo. Um livro onde o Steve Rogers morre?! :S 

Por enquanto só foram lançados esses, mas ao que tudo indica muitos livros ainda estão por vir, ainda mais por causa dos inúmeros filmes que estão vindo aí (para alegria dos fãs e tristeza das nossas carteiras XD).

E para encerrar esse post do Especial Marvel, trago hoje a resenha do primeiro livro que marcou o universo Marvel no mundo da leitura: Guerra Civil, de Stuart Moore.
Um desastre terrível envolvendo inúmeras mortes de civis, de super-heróis e super vilões. É com essa premissa que começa a história do livro Guerra Civil, adaptado dos quadrinhos homônimos de Mark Millar e Steve McNiven.

Tudo começa com um reality show idealizado pelo grupo de heróis chamados Novos Guerreiros; o grupo fora gravar um novo episódio de seu show na cidade de Stamford, Connecticut, enquanto perseguia outro grupo (este, de vilões) aparentemente inofensivo. Porém os novos guerreiros não esperavam que Nitro, um vilão com poderes extremamente perigosos, estivesse entre esse grupo de vilões, o que causou um acidente de enormes proporções no local proporções.

“Oitocentos e cinquenta e nove moradores de Stamford, Connecticut, morreram naquele dia [...]”
(Stuart Moore, p.17)

Como consequência da catástrofe, o governo decidiu que era o momento dos super-heróis se registrarem, tendo suas identidades conhecidas publicamente, uma vez que sendo suas reais identidades desconhecidas pelos civis, estes passaram a temê-los, sem saber quem era mocinho e quem era vilão. Desta forma, e em parceria com a S.H.I.E.L.D., os heróis deveriam se registrar dentro de determinado prazo, caso contrário seriam dados como foras da lei e presos como se fossem vilões (caso usassem seus poderes indevidamente, ou seja, sem o consentimento do governo).
Os heróis, é claro, não ficaram tão contentes com a ideia, que os deixou em posição bastante delicada - em especial Tony Stark, o Homem de Ferro, que como super-herói muito popular, se viu sem alternativa a não ser acatar às novas ordens do governo e registrar-se.

“[...] Mas Tony tinha de admitir que, conforme o mundo ficava mais perigoso, seres com superpoderes se tornavam cada vez menos populares entre os civis. Sendo o Vingador mais famoso e tendo sua identidade conhecida pelo grande público, Tony sentia-se especialmente obrigado a garantir que ambos os lados fossem ouvidos.”
(Stuart Moore, p. 24)

O mesmo não acontece com Steve Rogers, nosso querido Capitão América, que não concorda com essa medida - conhecida como Lei de Registro de Super-Humanos - e decide não se registrar, apesar das consequências. E, como ele, outros super-heróis também não concordaram com a medida, fosse por temer pela segurança de parentes e amigos próximos (já que além dos civis, os vilões também saberiam suas verdadeiras identidades, o que colocaria os mais próximos em riscos), ou por simplesmente não concordarem com a ideia de se expor desta forma.
Os heróis acabaram então ficando em lados separados: aqueles a favor da Lei de Registro, “liderados” por Tony, e aqueles contra, “liderados” pelo Capitão. E assim “nasceu” a Guerra Civil, com heróis contra heróis, uns com a lei, outros fora da lei.
Steve vs Tony, amigo vs amigo, herói vs herói

Este livro é incrível em todos os sentidos (apesar do fato principal, que é a separação do universo Marvel). A ação, presente do início ao fim da narrativa, dá vontade de ler mais e mais para saber o que virá a seguir, e os personagens presentes (quase todos os super-heróis do universo do tio Stan mito Lee) são um ponto fortíssimo para a história, mostrando não somente o lado poderoso de cada um, mas também o lado mais humano deles, seus temores, sua lealdade, seus limites.
Um livro sensacional que deve ser lido por todos, seja você fã dos quadrinhos da Marvel ou não. Leitura recomendadíssima!

391 páginas | 1° edição | 2014 | Novo Século




E assim termino mais um post da série Especial Marvel. Espero que tenham gostado e até o próximo ;)



2 comentários:

  1. Oi Isabelle,
    Eu nunca gostei de histórias de super heróis, mas com o lançamento do filme confesso que me senti muito descolada por isso.
    Não conhecia nenhum dos livros citados, mas agora fiquei com vontade de pelo menos assistir Guerra Civil!

    Beijos;

    Blog: http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    Wattpad: https://www.wattpad.com/user/helainaideas
    Fanpage: https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helaina. Obrigada pela visita ^^
      Puxa, que pena; os livros (e os filmes) são incríveis! Espero que goste do "Guerra Civil" *-* (e quem sabe com ele você não se encanta com esse mundo?! *-*)

      Excluir