quinta-feira, 16 de junho de 2016

Resenha {Livro} - Horror na colina de Darrington (M.V. Barcelos)

“Este, doutor, é o meu testemunho. Mas, como Alastor Kingsman sabiamente falou há onze anos, é apenas um delírio. Fique à vontade para duvidar dele.”

Esse trecho do livro Horror na Colina de Darrington, do escritor brasileiro M. V. Barcelos, mostra bem o que aguarda o leitor. Num estilo pulp, onde o autor foca principalmente nos acontecimentos e não em descrições e diálogos, somos levados à uma casa localizada na Colina de Darrington, Estados Unidos, onde, há principio, tudo parece normal: mais uma casa tipicamente americana que vemos nos filmes hollywoodianos. Ben Simons, de apenas 17 anos, se muda para a casa dos tios para ajudá-los quando descobre que a casa e os tios escondem um verdadeiro segredo. E, ao descobrir, se vê numa corrida alucinante contra a morte e todos os horrores que há no local. 
Logo de início, o leitor se apaixona pelo personagem principal e fica angustiado (e com medo) para entender o que se passa, o que faz você ler o livro em menos de uma hora. A escrita de Barcelos é impressionante e cativante, fazendo o leitor viver cada momento de suspense e terror. E, sim, é um livro que dá medo. Minha sorte que li de dia e mesmo assim, levei alguns sustos (estava tão focada na leitura – e sozinha em casa – que quando o telefone tocou, meu coração quase saiu pela boca). Não é por menos, o sucesso que a obra fez no Wattpad e também quando saiu o livro físico.  
Horror na Colina de Darrington faz arrepiar os pelos da nuca com seu terror logo na primeira página, com todo o sangue e com o fato de chegar a um ponto da história e você se indagar: será que é real? Será que há realmente pessoas que chegam a esse ponto? E, claro, um final que tem o gosto de “quero mais e mais e mais”. Ainda bem que a continuação já está sendo escrita. 

Para quem quiser conferir  e ficar por dentro das novidades dessa obra vencedora do The Wattys 2015, é só seguir o M. V. Barcelos no Wattpad e no Skoob.

Links: Wattpad | Skoob 

“Malfeito feito.”

1° edição | 2015 | Wattpad (independente)






Nenhum comentário:

Postar um comentário